Saiba mais sobre a resistência à insulina.

Saiba mais sobre a resistência à insulina.

Vista por muitos como inofensiva, a resistência à insulina ocorre quando a ação desse hormônio, para transportar a glicose do sangue para o interior das células, acontece lentamente. Isto faz com que a glicose se acumule no sangue, dando origem a um quadro de diabetes.
A insulina controla a função de múltiplos órgãos e tecidos, em especial do fígado, tecido gorduroso, músculos e pâncreas.
Alterações na insulina são muito comuns e acontecem em pessoas com síndrome dos ovários policísticos (SOP), indivíduos sedentários, pessoas que possuem má alimentação, pacientes com diabetes tipo 2, sobrepeso e obesidade.

A glicose disponível no sangue que não foi usada pela insulina, começa desencadear um processo inflamatório e acumular gordura. O resultado é o ganho de peso e inflamação em excesso, provocando doenças e desordens metabólicas.
Conheça alguns dos sintomas e fique em alerta:
- Fraqueza e fadiga;
- Ganho ou perda de peso de forma rápida;
- Dificuldade de concentração;
- Inchaço e flatulência;
- Constipação ou diarreia;
- Náuseas e vômitos;
- Pressão alta.
A resistência à insulina deve ser tratada. Além de acompanhamento médico, o estilo de vida saudável e o consumo regular de vegetais anti-inflamatórios, são capazes de transformar este cenário, prevenindo e controlando doenças crônicas.


Publicado em Saúde | em 16 de Junho de 2022

Compartilhe


Deixe o seu comentário



Posts recomendados



Calcule seu IMC


Arquivos


Curta o VIVA ASSIM




SIGA O BLOG VIVA ASSIM

Receba os melhores conteúdos e novidades

ASSIM SAÚDE